Canecas

TMN 136

O Carlos Almeida enviou-me por email algumas fotos e pedia que as comentasse.
Apenas vou publicar esta foto porque das restantes, uma identifica as peças como “Vestal” e as restantes são de outra fábrica e como tal, fogem ao tema deste blog.

As canecas em questão pertencem ao último período de funcionamento da fábrica Vestal que encerrou portas em 2002. Infelizmente sem as características que identificam a “louça de Alcobaça” – houseware de consumo como o que se encontra agora nas prateleiras de supermercado.

Sinal dos tempos, a produção de peças decorativas deu lugar à produção em série de material de consumo: pratos, serviços de café e chá, etc, etc…

Obrigado Carlos pela contribuição.

Anúncios

0 Responses to “Canecas”



  1. Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




O meu tributo

Esta é uma homenagem a uma fábrica que foi um ícone da faiança nacional, infelizmente já encerrada. A qualidade dos trabalhos produzidos e dos artistas da sua história, para além do impacte socio-económico que produziu na Vestiaria (Alcobaça), justifica este tributo. Deixo o convite a todos os que possuam peças para que as fotografem e enviem para “joao.santos.mail@gmail.com”. Será também uma honra contar com as memórias de funcionários e colaboradores que ajudaram a construir a Vestal. João Santos

Categorias


%d bloggers like this: